AMD – Resumo da História

UM POUCO SOBRE A AMD

Fundada em 1969, a AMD (Advanced Micro Devices), em seu começo, chegou a produzir chips sob encomenda da própria Intel, mas depois resolveu produzir seus próprios produtos. Para ganhar popularidade no mercado quase monopolista da Intel, a AMD ofereceu produtos de baixo custo, o que acabou se tornando a sua própria referência.

Sediada em Sunnyvale, Califórnia, hoje a AMD fornecedora mundial de circuitos integrados para os mercados de computadores pessoais e de rede, bem como para o mercado de comunicação, com fábricas nos Estados Unidos, Europa, Japão e Ásia.

Tanto a Intel como a AMD tem uma história bem parecida em relação ao desenvolvimento tecnológico de seus produtos. Na verdade, seus primeiros chips sempre utilizavam tecnologias que a intel já havia implementado meses antes. Isso deixou a AMD um passo atrás de sua concorrente durante muito tempo.

A AMD começou a produzir circuitos lógicos em 1969, em 1975 ingressou no mercado de circuitos integrados para memórias RAM. Nesse mesmo ano também foi introduzido no mercado um microprocessador clone do Intel 8080, usando de engenharia reversa para tal. A AMD também produzia outros tipos de circuitos integrados para uso em minicomputadores de arquiteturas variadas.

Em 24 de Julho de 2006 a AMD compra a ATI Technologies, uma das maiores fabricantes mundiais de placas gráficas, num investimento calculado em 5400 milhões de dólares americanos. Esta quantia inclui 4200 milhões de dólares americanos, incluindo 2000 milhões conseguidos através de um empréstimo, além de 56 milhões de ações da AMD.

PARCERIAS

Uma das grandes vantagens de mercado à disposição da AMD são seus contratos de parceria com outros fabricantes de circuitos integrados, como a nVidia. O chipset de controle da nVidia, por exemplo, gerou lucros substanciais a ambas empresas: a AMD produz os processadores e a nVidia produz os chipsets com alta performance e suporte a recursos avançados dos processadores AMD, como o HyperTransport, em seu chipset nForce3. A AMD também fechou acordos com a IBM, proprietária da tecnologia 90 nm, para produzir chips sob essa tecnologia, diminuindo a temperatura de seus processadores. A AMD também tem parcerias com a apple e seus processadores x86 e x86-64 foram modificados em 2007 e acabou sendo vendidos como produtos da apple. AMD tem parcerias no Brasil com a Unicamp mas ainda vê o Brasil com pouco potencial nessa área, apesar disso ela pretende estabelecer parcerias e relacionamentos a curto prazo, explica o presidente da AMD no Brasil, Reinaldo Fernandes.

 

Tecno

Amante da tecnologia, levando o conhecimento à frente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *